Ir direto para menu de acessibilidade.
pesquisa

Mais de 60 professores da UFLA estão no ranking dos cientistas mais produtivos e influentes da América Latina

Escrito por Camila Caetano | Publicado: Terça, 05 Outubro 2021 11:10 | Última Atualização: Quarta, 06 Outubro 2021 16:17 | Acessos: 1821

AD Scientific Index divulgou os 10.000 pesquisadores mais influentes da América Latina e do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Criado pelos professores Murat Alper e Cihan Doger, o sistema utiliza informações dos índices Index-i10 e as citações no Google Scholar nos últimos cinco anos. A Universidade Federal de Lavras (UFLA) se destaca com 63 pesquisadores mais produtivos na América Latina e 19 no Brics.

distribuicao docentes area1Usando um total de nove parâmetros, o "Índice Científico AD" classifica os cientistas por 12 assuntos (Agricultura e Silvicultura, Artes, Design e Arquitetura, Negócios e Gestão, Economia e Econometria, Educação, Engenharia e Tecnologia, História, Filosofia, Teologia, Direito / Direito e Estudos Jurídicos, Medicina e Ciências da Saúde, Ciências Naturais, Ciências Sociais e outros).                             distribuicao docentes area2

Classificar periódicos acadêmicos de acordo com o fator de impacto é uma prática que começou há muitos anos. A necessidade de acessar estudos cientificamente valiosos em prazos limitados ou a necessidade de encontrar cientistas trabalhando em um determinado campo levaram ao procedimento de classificação de cientistas e estudos científicos. Para esse efeito, muitos sistemas de pontuação, como o índice h, índice i10, índice g, índice m, o número de Erdös, o índice tori, o índice riq e o índice de leitura-10 foram estudados como indicadores numéricos que mostram quão produtivo é um pesquisador.

Para o pró-reitor de Pesquisa da UFLA, professor Luciano José Pereira, o número de docentes que a UFLA tem nas duas listas é muito significativo, o que “demonstra a capacidade e liderança dos pesquisadores da Universidade em suas respectivas áreas, coroando um trabalho de muitos anos de excelência na pesquisa. A UFLA tem se tornado uma universidade cada vez mais plural, com representantes em várias áreas, na geração de conhecimento, novos processos e novas tecnologias em prol da sociedade”, ressalta Luciano.