Ir direto para menu de acessibilidade.
Câmpus Paraíso

Câmpus da UFLA em São Sebastião do Paraíso celebra dois anos de inovação e expansão

Escrito por Alana Freitas | Publicado: Quarta, 27 Março 2024 17:12 | Última Atualização: Segunda, 01 Abril 2024 11:32
Gentileza solicitar descrição da imagem

Neste mês de março, o Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação (Ictin) da Universidade Federal de Lavras (UFLA), localizado no câmpus de São Sebastião do Paraíso, comemora dois anos de atividades acadêmicas. Momento que marca a expansão geográfica e o compromisso contínuo da UFLA com a inovação e a excelência no ensino superior. 

Desde a aula inaugural realizada em março de 2022, a equipe do Ictin enfrentou uma jornada de descobertas e desafios. Mais do que um novo espaço acadêmico, o Câmpus Paraíso abriu um caminho de sonhos e inovação com o lançamento do curso de Bacharelado Interdisciplinar em Inovação, Ciência e Tecnologia (Bict), curso que é porta de entrada para a formação abrangente nas áreas de Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção e Engenharia de Software, também disponíveis no Ictin. 

Paraíso 02“O nascimento desse novo câmpus não foi sem suas dores de crescimento. Confrontados com um terreno desconhecido, a equipe da UFLA abraçou a missão com coração e determinação, transformando cada obstáculo em uma etapa construtiva. A sinergia entre a direção, o corpo docente e o pessoal de apoio transbordou em uma força coletiva para hoje termos mais do que uma estrutura física, uma comunidade unida pela paixão pelo conhecimento e inovação”, destaca o professor Fernando Ferrari, diretor do Ictin. 

Já o reitor, professor João Chrysostomo de Resende Júnior,  comenta sobre os desafios do percurso que se iniciou na inauguração do câmpus, e sobre a resiliência da equipe do Ictin para fazer dar certo um projeto de tanta importância para a UFLA. “Lançar o programa acadêmico no câmpus de São Sebastião do Paraíso foi um desafio, exigindo a superação de obstáculos, como obras paralisadas devido a empresas que perderam sua capacidade financeira durante o período da pandemia, e a necessidade urgente de financiamento adicional em um período de escassez orçamentária para as universidades brasileiras. Uma negociação inédita com o governo estadual trouxe recursos vitais e, embora tenhamos começado as atividades sem vagas suficientes para docentes e técnicos administrativos, esforços persistentes levaram à contratação de professores e ao início da ocupação das vagas de técnicos. Apesar das adversidades, o progresso e a formação de uma equipe dedicada justificam nosso empenho, enriquecendo a tradição da UFLA e celebrando o segundo aniversário do novo câmpus com orgulho”, afirma o reitor.

Um Lar para o Futuro

Paraís 05Atualmente, o câmpus conta com um pavilhão de aulas, prédios para incubadoras, laboratórios, logística, além de um campo de futebol e uma quadra multiuso. Com um espaço total de 150 mil m², projetos e obras estão em andamento para enriquecer ainda mais o câmpus, incluindo um anfiteatro, prédio das engenharias, biblioteca e o Centro de Convivência e Inovação, com expectativa de conclusão de algumas obras já no segundo semestre de 2024. Complementarmente, a construção dos laboratórios destinados às três engenharias e ao Bict se encontra em fase final, com os processos de aquisição de equipamentos para sua efetivação já em andamento. 

O professor Neumar Malheiros, vice-diretor do Ictin, explica que além das estruturas físicas, o Câmpus Paraíso tem dedicado atenção especial à infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI). 

“Durante 2022 e 2023, foram realizados significativos investimentos em infraestrutura de TI, visando a operacionalização iminente de equipamentos de informática, telefonia, redes de comunicação de dados e pontos de acesso sem fio à Internet. Este investimento é estratégico, dada a concentração dos cursos em áreas de desenvolvimento tecnológico, empreendedorismo e inovação. Esse esforço é no sentido de proporcionar os recursos necessários para a prática de metodologias ativas de ensino, uso de tecnologias modernas e para o fortalecimento de um ecossistema de inovação tecnológica”, ressalta Malheiros. Destaca-se ainda a construção de novas salas para docentes, assegurando que o corpo docente disponha de um espaço adequado para o desenvolvimento de suas atividades. 

“Esta ação mostra a importância dada à criação de um ambiente propício não apenas para o aprendizado, mas também para a pesquisa e a inovação, elementos fundamentais para o perfil acadêmico e institucional do Câmpus Paraíso”, finaliza. 

Outro ponto a ser destacado é o aumento constante no número de estudantes, com 55 novos ingressantes no primeiro semestre de 2024. A estratégia de divulgação, que inclui participação em feiras e visitas organizadas ao Câmpus, têm atraído cada vez mais acadêmicos. Graças à presença da UFLA a cidade já recebe estudantes de várias partes do País, vindos de estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Pará e Amazonas. 

Produção Científica de Alto Impacto

Paraíso 03A produção científica do Ictin tem sido notável, e é um dos grandes destaques dos dois primeiros anos de atividades. Os trabalhos desenvolvidos pelos pesquisadores do Ictin chamam a atenção pelo alto fator de impacto em revistas e índices científicos internacionais. Os pesquisadores já publicaram 45 trabalhos em periódicos especializados, jornais, revistas e anais de congressos, em áreas como Ciência da Computação, Qualidade da Energia Elétrica; Ecologia Aplicada e Neurociência.

Outros destaques são os projetos de pesquisa e extensão que foram aprovados e financiados ao longo de 2022 e 2023. Ao todo, oito projetos de pesquisa foram aprovados e financiados por órgãos de fomento, o que resultou em um total de R$1.163.071,4 de investimento em pesquisa. 

Para o professor e coordenador de pesquisa e desenvolvimento tecnológico do Ictin, Henrique Luis Monteiro, esse resultado reafirma o compromisso com a excelência acadêmica, a produção científica significativa e a contribuição para o desenvolvimento regional e nacional. 

“O número de publicações e projetos financiados é muito relevante para o nosso Instituto, pois mostra que os docentes estão comprometidos em realizar um trabalho de excelência no ensino, pesquisa e extensão. Nós alcançamos resultados expressivos nos anos iniciais do ICTIN e esperamos continuar contribuindo com a nossa região, Estado e País na área da Ciência, Tecnologia e Inovação. Desenvolver pesquisa de qualidade traz inúmeros benefícios não só para os professores, mas também para a formação dos alunos e para  a sociedade em geral”, ressaltou Monteiro. 

Parcerias Estratégicas em Empreendedorismo e Inovação em 2023 

Paraíso 04O Câmpus Paraíso também se destaca pela implementação do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) da UFLA, uma iniciativa pensada para impulsionar a inovação, a tecnologia e o empreendedorismo na região. Sob a direção de Leonilson Kiyoshi, o Nitessp tem como objetivo principal estabelecer e normatizar colaborações estratégicas entre empreendedores, pesquisadores e investidores. “O Núcleo busca o desenvolvimento de tecnologias inovadoras e soluções customizadas para o mercado, bem como promover a cultura do empreendedorismo educacional, enriquecendo assim o ecossistema empreendedor local. Além disso, o NIT desempenha um papel importante na prospecção de empresas, fortalecendo o vínculo entre a academia e o setor produtivo, e fomentando o crescimento econômico e tecnológico da região”, ressalta Leonilson. 

O cenário de empreendedorismo e inovação do Câmpus tem sido estimulado por uma série de projetos e parcerias estratégicas. Uma dessas iniciativas é o Projeto de Vivência Universitária em Empreendedorismo e Inovação (Vuei), realizado em colaboração com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Sede/MG). Este projeto destaca-se pela mobilização de estudantes em torno de projetos inovadores nas áreas de ciência e tecnologia, com o Ictin conquistando uma avaliação de alto desempenho na avaliação final do projeto, pela Sede/MG. 

No decorrer do projeto, a equipe foi submetida a um diagnóstico detalhado, respondendo a uma série de perguntas sobre diferentes aspectos, como Estrutura, Conexão com Setor Público, Conexão com Mercado, Ambiente Favorável, Cultura e Pesquisa. Os resultados apontaram  melhorias significativas, com algumas áreas chegando a aumentos de até 203,5%.

Além disso, a UFLA, em parceria com o Sebrae, promoveu ações de capacitação em empreendedorismo e inovação. Com duas edições realizadas, a iniciativa do Meetup Acissp/UFLA tem promovido  um importante diálogo entre empresários locais e a academia, destacando o papel social da universidade no desenvolvimento regional.Paraíso 05

No campo da agricultura, o 1º Encontro Café com Inovação, em parceria com entidades regionais, incluindo a Emater-MG, concentrou-se em conectar a comunidade acadêmica com produtores rurais, para promover a inovação no setor cafeeiro. Essa reunião destacou-se pela apresentação de novidades tecnológicas e pela exploração de perspectivas futuras para a cafeicultura na região.

“Essas parcerias e projetos reforçam a importância da inovação e do empreendedorismo no contexto acadêmico, e demonstra a importância da colaboração entre diferentes setores para promover o desenvolvimento econômico e social”, afirma Leonilson. 

 

 

 
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.