Ir direto para menu de acessibilidade.
AGRICULTURA TROPICAL

Projetos de sustentabilidade em sistemas agroalimentares da UFLA são apresentados na AgriTrop 21

Escrito por Gláucia Mendes | Publicado: Sexta, 26 Março 2021 15:35 | Última Atualização: Sexta, 26 Março 2021 15:39 | Acessos: 428
Gentileza solicitar descrição da imagem

Projetos de sustentabilidade em sistemas agroalimentares da Universidade Federal de Lavras (UFLA) que podem servir de exemplo para o mundo foram apresentados, na quinta-feira (25/3), durante a III Semana Internacional de Agricultura Tropical (AgriTrop 21), evento realizado com o objetivo de reunir subsídios para a Cúpula das Nações Unidas sobre Sistemas Alimentares, que ocorre em setembro deste ano. A semana foi organizada pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Representante da UFLA no evento, o professor da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas (FCSA) Paulo Henrique Leme destacou a importância da tecnologia e da inovação na construção de mercados agroalimentares sustentáveis. “As tecnologias, tanto agrícolas quanto sociais e digitais, desempenham um papel estratégico no desenvolvimento de sistemas agroalimentares e devem ser incentivadas por meio de políticas públicas”, disse.

Entre as iniciativas desenvolvidas com o apoio da UFLA, Leme citou a parceria com a Fundação Neumann, da Alemanha, para a capacitação de pequenos produtores de café. A atuação conjunta tem possibilitado aos agricultores um maior nível de organização e produtividade, com a aplicação de tecnologias adequadas à sua realidade. De 2011 a 2019, os cafeicultores associados à fundação conseguiram ampliar sua produtividade, saltando de 24 para 42 sacas de café beneficiadas por safra, a um custo de produção praticamente estável.

“Essa é uma evidência da aplicação de tecnologia com qualidade, focada em um modo de organização associativista, que proporciona melhoria na qualidade de vida e na qualidade de renda dos produtores”, afirma. De acordo com Leme, a experiência pode servir de exemplo para produtores de regiões tropicais, como países da América Central e do Sul, além da Ásia e da África.

Entre as inovações tecnológicas sustentáveis desenvolvidas com a participação da UFLA, o docente também destacou o Sistema de Cadastro Ambiental Rural (Sicar), instrumento de implementação do novo Código Florestal Brasileiro que, entre outras funcionalidades, promove a integração das informações ambientais das propriedades e posses rurais e mapeia a evolução da vegetação nativa. “O CAR é uma das maiores bases de gestão territorial do mundo e garante maior transparência para os mercados internacionais, atendendo às necessidades de rastreabilidade e conformidade com leis e normas ambientais.” A plataforma possui, atualmente, uma base de dados de 2,8 terabytes e 1,6 milhões de usuários.


Tributo a Alysson Paolinelli

paolinelliA III Semana de Agricultura Tropical homenageou um dos mentores da experiência brasileira em agricultura tropical: o ex-diretor da Escola Superior de Agricultura de Lavras (ESAL) Alysson Paolinelli, indicado ao Prêmio Nobel da Paz 2021.

Paolinelli é considerado um dos grandes responsáveis pela maior revolução tropical agrícola da história. Engenheiro agrônomo formado pela UFLA, especializou-se nos estudos sobre o potencial da região do Cerrado para a produção agrícola. Posteriormente, como professor, foi um dos líderes na federalização da ESAL em 1963 e, mais tarde (1966 a 1971) já como diretor da Instituição, possibilitou um ritmo de expansão próprio do dinamismo que é característico de seu perfil. Paolinelli também foi um dos responsáveis pela criação da Embrapa e pelo desenvolvimento do Proálcool. Foi ministro da Agricultura no governo Ernesto Geisel, de 1974 a 1979. Presidiu a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) e elegeu-se deputado federal por Minas Gerais nas eleições de 1986, fazendo parte da Assembleia Nacional Constituinte de 1987-1988. Foi secretário de Estado de Agricultura de Minas Gerais por três vezes, chefe da Delegação Brasileira na Conferência Mundial de Alimentos da FAO e presidente da Associação Brasileira de Educação Agrícola Superior do Brasil.


AgriTrop 21

A III Semana Internacional de Agricultura Tropical foi realizada de 22 a 26/3, com a participação de líderes, cientistas, ambientalistas e empreendedores de vários países, reunidos remotamente para trocar experiências, fortalecer e compartilhar práticas sustentáveis de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I).

Um dos enfoques da Semana foi a divulgação do modelo brasileiro de Agricultura Tropical Sustentável desenvolvido ao longo das últimas cinco décadas, que transformou o Brasil de país importador de alimentos, na década de 1970, para um dos maiores players do agronegócio mundial.

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.