Ir direto para menu de acessibilidade.
ESTÁGIO NO EXTERIOR

Mobilidade acadêmica da UFLA começa a evoluir para novos patamares com resultados do Programa Capes/Print/UFLA

Escrito por Gláucia Mendes | Publicado: Terça, 23 Novembro 2021 14:15 | Última Atualização: Quarta, 24 Novembro 2021 17:25 | Acessos: 682
Gentileza solicitar descrição da imagem
Gustavo está cursando estágio na área de Ciência das Plantas Daninhas

A mobilidade acadêmica da Universidade Federal de Lavras (UFLA) começa a evoluir para novos patamares com os primeiros resultados do Programa Institucional de Internacionalização Capes/Print/UFLA. Dois estudantes do curso de graduação em Agronomia estão cursando estágio na Universidade de Arkansas (UARK), com financiamento da universidade estrangeira, graças à consolidação das relações de pesquisa entre as universidades possibilitada pelo Programa.

As portas foram abertas aos estudantes por intermédio da mobilidade acadêmica realizada pela professora da Escola de Ciências Agrárias de Lavras (Esal) Flávia Barbosa Silva Botelho, no âmbito do Programa Capes/Print/UFLA. Por um período de 12 meses, Flávia atuou como professora visitante na Universidade de Arkansas, conduzindo pesquisas na área de Biotecnologia aplicada ao melhoramento genético de plantas, mais especificamente nas culturas de arroz e soja. A experiência possibilitou o estreitamento de relações entre os pesquisadores das instituições, com o estabelecimento de parcerias em pesquisa, ensino e extensão.

“O intercâmbio de conhecimentos, aliado às relações pessoais construídas, foi uma experiência única, e será extremamente importante para a formação de recursos humanos diferenciados e a continuidade do desenvolvimento de pesquisas de ponta na área de melhoramento genético”, afirma a docente. Com a supervisão e a indicação de Flávia, os estudantes Rafael Zaia e Gustavo Henrique Bessa de Lima, orientados por ela no PET Agronomia, conseguiram o intercâmbio na instituição estrangeira.

Rafael iniciou seu estágio em agosto, na área de Fitopatologia. Estudar em outro país foi algo que sempre fez parte de seus planos, portanto, o sentimento é de realização. “Tem sido uma experiência incrível, e acredito que todos os estudantes deveriam buscar essa vida internacional por uma fase, pois ajuda no desenvolvimento tanto profissional quanto pessoal”, afirma. A experiência tem sido tão exitosa que Rafael já está com proposta de seguir seus estudos na instituição, em nível de mestrado. 

Por sua vez, Gustavo está cursando estágio na área de Ciência das Plantas Daninhas, desde setembro. São várias suas expectativas: “aprender novas formas de lidar com os desafios da profissão de Agrônomo; conseguir uma oportunidade, nos Estados Unidos, de pós-graduação ou emprego na área; desenvolver a língua inglesa; ampliar meus horizontes, conhecendo uma nova cultura e pessoas de todo o mundo, e ajudar pessoas que, assim como eu, desejam uma oportunidade fora do país”, elenca.

De acordo com o coordenador Institucional do Projeto Capes/Print/UFLA, professor Rafael Pio, os dois intercâmbios são importantes frutos do Programa. “Uma mobilidade financiada pelo Programa, para professor visitante no exterior, desencadeou essas novas ações. E, o mais importante, com fundo de financiamento do exterior”, sublinha. O Programa, lançado pela Capes, tem como principal objetivo consolidar as parcerias internacionais já existentes com universidades estrangeiras, contribuindo para a formação dos estudantes de pós-graduação e graduação, bem como para a qualidade das pesquisas desenvolvidas.