Ir direto para menu de acessibilidade.
hortas comunitárias

UFLA participa de cooperação humanitária em Moçambique para instalação de hortas comunitárias

Escrito por Greicielle Santos | Publicado: Segunda, 18 Abril 2022 14:15 | Última Atualização: Quinta, 28 Abril 2022 18:28 | Acessos: 701
Gentileza solicitar descrição da imagem

Entre os dias 4 e 16/4, a professora Heloísa Oliveira da Escola de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Lavras (ESAL/UFLA) participou de uma cooperação humanitária em Moçambique. A ação tem como princípio a doação de sementes e materiais de insumos para a instalação de hortas comunitárias que beneficiará em média 300 famílias. O objetivo é contribuir para a amenização da insegurança alimentar do país africano, em especial nas regiões que foram atingidas pelos ciclones Idaí e Kenethsua em 2019 e tiveram sua agricultura arrasada, além de consequências advindas da pandemia de Covid-19. O Instituto Federal de Minas Gerais (IF Sul de Minas) também esteve presente, representado pelo professor Francisco Sobral. 

A cooperação brasileira é coordenada pela analista de cooperação Paula Rougemont e o assistente de projetos Bruno Andrade, ambos da Agência Brasileira de Cooperação (ABC)/Ministério das Relações Exteriores (MRE) e membros do Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM). Os recursos recebidos permitirão o plantio de variedades de legumes e hortaliças (pimentão, repolho, tomate, cenoura, alface e cebola) que já foram testadas com êxito em Moçambique, em projeto de cooperação técnica trilateral coordenado pela ABC. 

A ação ocorre em quatro cidades: Sunssundenga (Província de Manica), Beira (Província de Sofala), Namacurra (Província de Zambézia) e Metuge (Província de Cabo Delgado). Nesta primeira fase, foram realizadas visitas técnicas em áreas de campo para o reconhecimento das áreas que receberão as hortas comunitárias, não só para subsidiar a quantidade de sementes a serem adquiridas, mas também para orientar a lista de materiais e insumos que serão comprados.

Na próxima fase, que deverá iniciar no segundo semestre de 2022, ocorre a instalação e treinamento  dos produtores locais, contando com a participação de outros professores e discentes da pós-graduação da UFLA. Até o momento estão confirmados os professores Sebastião Márcio de Azevedo, Cleiton Lourenço de Oliveira,  Édila Vilela de Resende Von Pinho e Valter Carvalho de Andrade Júnior (atual vice-reitor). 

Em uma terceira etapa, os extensionistas responsáveis por atender as comunidades que terão as hortas instaladas, virão para o Brasil e farão um treinamento prático no IF Sul de Minas, com visita técnica ao Centro de Desenvolvimento e Transferência de Tecnologia (CDTT/UFLA).

Participação da UFLA

O convite para participação da UFLA na cooperação humanitária foi feito pelo diretor da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), embaixador Ruy Pereira, diretamente ao reitor da Universidade, professor João Chrysostomo de Resende Júnior, tendo em vista o reconhecimento da UFLA em sua expertise na área agrícola. A indicação da professora Heloísa surge uma vez que ela é coordenadora técnica de um projeto em andamento junto à ABC relacionado à cultura do algodão.

A professora Heloísa Oliveira relata que é prazeroso ver o trabalho técnico sendo reconhecido e tendo uma aplicação direta para a sociedade. Como docente que atua na área de extensão, sente-se honrada em participar dessa iniciativa.