Ir direto para menu de acessibilidade.
Mobilidade internacional

Em formação na UFLA, estudantes estrangeiros celebram o Dia da Bandeira do Haiti

Escrito por Cibele Aguiar | Publicado: Quinta, 18 Mai 2023 16:45 | Última Atualização: Sexta, 19 Mai 2023 09:59
Gentileza solicitar descrição da imagem

Hoje, 18 de maio é celebrado o Dia da Bandeira do Haiti, uma data significativa que carrega grande importância histórica e cultural para o povo do Haiti. Este dia comemora a criação e adoção da bandeira haitiana, um símbolo de orgulho, resiliência e independência. Para marcar o dia, estudantes haitianos que estão na Universidade Federal de Lavras (UFLA), em diferentes programas de pós-graduação, se reuniram para honrar a bandeira e festejar o espírito duradouro de liberdade que ela representa.

O Haiti, a primeira nação independente da América Latina e do Caribe, proclamou a liberdade em 1º de janeiro de 1804. No entanto, foi somente em fevereiro de 1806 que a bandeira do Haiti foi oficialmente revelada. A bandeira haitiana é um emblema que combina as cores vermelha e azul, dispostas verticalmente, com o brasão nacional orgulhosamente no centro. A faixa azul simboliza a união dos cidadãos negros e mulatos, refletindo a diversidade e união da população haitiana. A faixa vermelha representa a coragem e os sacrifícios feitos durante a luta pela independência.

O Dia da Bandeira do Haiti serve como um lembrete da bravura e determinação demonstradas pelos revolucionários haitianos que lutaram contra a escravidão e a opressão. É um momento para honrar seu legado e celebrar a rica cultura e herança do Haiti.

Por todo o país, haitianos se reúnem neste dia especial para participar de várias atividades e eventos. Eles organizam cerimônias de hasteamento da bandeira, enquanto cantam o hino nacional, "La Dessalinienne". A data destaca a importância da bandeira haitiana e seu papel na história da nação, servindo para educar e inspirar as gerações mais jovens, promovendo um senso de identidade nacional e orgulho em sua herança.

O Dia da Bandeira do Haiti não é apenas celebrado dentro das fronteiras do Haiti, mas também ressoa com a diáspora haitiana ao redor do mundo. Comunidades de haitianos em diferentes localidades organizam suas próprias festividades, mostrando o espírito duradouro do povo haitiano e suas contribuições para a comunidade global.

Haitianos na UFLA

Nos últimos cinco anos, quatro haitianos receberam o diploma  da UFLA (Mestrado e Doutorado). Atualmente, são treze estudantes haitianos em formação na Universidade, selecionados pelos programas PAEC OEA-GCUB, GCUB-Mob e editais internos.

As formas de ingresso são por meio do PAEC OEA-GCUB e GCUB-Mob, que são programas de mobilidade do Grupo de Cooperação Internacional de Universidades Brasileiras (GCUB), além de editais da Pró-Reitoria de Pós-Graduação da UFLA. 

O Programa Bolsas Brasil PAEC OEA-GCUB é resultado da cooperação entre o GCUB e a Organização dos Estados Americanos (OEA), com a apoio da Divisão de Temas Educacionais e Língua Portuguesa do Ministério das Relações Exteriores do Brasil (DELP/MRE) e da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS/OMS). Lançado em 2011, o Programa de Bolsas Brasil PAEC OEA-GCUB Brasil é uma das iniciativas de cooperação regional mais importantes para o desenvolvimento da educação superior na América Latina e no Caribe. Seu objetivo é contribuir para a integração e fortalecimento das Américas por meio da concessão de bolsas de estudo de cursos completos de pós-graduação stricto sensu (Mestrado e Doutorado), oferecido pelas universidades brasileiras associadas ao GCUB para estudantes dos 34 países membros da OEA, exceto o Brasil, e formar líderes capazes de atuar em diferentes setores, como universidades e instituições de pesquisa, agências governamentais, setor privado e outros.

O Programa GCUB de Mobilidade Internacional – GCUB-Mob é promovido pelo GCUB com o apoio da Agence International de la Francophonie – AUF, o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa – Confap, a Comissão Nacional da Unesco e o Instituto Guimarães Rosa do Ministério das Relações Exteriores do Brasil.  O objetivo do Programa é contribuir para o desenvolvimento de estudantes de alto nível acadêmico dos cinco continentes, bem como promover a internacionalização universitária e fortalecer a cooperação internacional entre as universidades brasileiras e instituições congêneres de outros países.

Programa de Internacionalização 

O Programa de Internacionalização da UFLA objetiva o fortalecimento de suas relações com universidades e instituições estrangeiras, bem como estimular a mobilidade acadêmica e a colaboração científica internacional. O programa oferece sistematicamente oportunidades para estudantes, professores e pesquisadores, incentivando a participação em intercâmbios, estágios, cursos e atividades de pesquisa no exterior. Busca fomentar a formação de profissionais globalmente competentes, estimulando a visão internacional, o multiculturalismo e a inserção da universidade em redes acadêmicas internacionais. Isso contribui para a qualidade da formação dos estudantes, o avanço da pesquisa científica e a projeção internacional da instituição.

Na UFLA, os estudantes estrangeiros recebem opoio da Diretoria de Relações Internacionais 

Confira o Reel em nossa página no Instagram 

Clique na foto abaixo para ter acesso ao álbum - Dia da Bandeira do Haiti

dia da bandeira3

 

 
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.