Ir direto para menu de acessibilidade.
UFLA NA MÍDIA

Estudo inédito mostra que minimizar aquecimento global não é garantia de manter biodiversidade

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quinta, 20 Setembro 2018 18:09 | Última Atualização: Terça, 21 Setembro 2021 14:54

O projeto Minas Faz Ciência destacou um estudo inédito que aborda a relação entre aquecimento global e a manutenção da biodiversidade. A pesquisa conta com a participação de professor da Universidade Federal de Lavras (UFLA) Júlio Louzada, do Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aplicada.

 O estudo, que resultou na publicação de um artigo, é parte da produção acadêmica da Rede Amazônia Sustentável. Foram analisadas 39 microbacias do Pará, desde áreas de pastagens até áreas de florestas primárias sem qualquer distúrbio. Os pesquisadores avaliaram a região, durante 18 meses, com medições do conteúdo de carbono e da diversidade de espécies de plantas, pássaros e besouros em 234 áreas. O trabalho mostra que é possível, com uma perda pequena de carbono, conservar 70% de biodiversidade.

Leia a matéria completa do projeto Minas Faz Ciência.

Ana Carolina Rocha (estagiágia DCOM/UFLA)

Esse conteúdo de popularização da ciência foi produzido com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais - Fapemig.

Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.