Ir direto para menu de acessibilidade.
EMPREENDEDORISMO

Startup AgroRenda, sediada na UFLA, recebe premiação em evento de inovação no Sul de Minas

Escrito por DCOM | Publicado: Quarta, 26 Setembro 2018 08:14 | Última Atualização: Quarta, 26 Setembro 2018 08:50 | Acessos: 850
Gentileza solicitar descrição da imagem
Da esq. p/ dir. estão João Paulo Tavares, Mateus Santos e Lucas Strazza, estudantes da UFLA que integram o time da AgroRenda

No início de 2018, surgia no ecossistema de startups de Lavras a AgroRenda, iniciativa voltada à predição de tendências do mercado de commodities, utilizando ferramentas estatísticas e de inteligência artificial. Fruto do espírito empreendedor de três alunos da Universidade Federal de Lavras (UFLA) - o graduando em Sistemas de Informação, Lucas Strazza, o graduando em Engenharia de Controle e Automação, Mateus Santos, e o mestrando em Engenharia de Sistemas, João Tavares, além do professor do Departamento de Gestão Agroindustrial (DGA), Luiz Gonzaga de Castro Júnior - a nova startup está sediada no InovaHub, espaço de coworking localizado na Agência de Inovação do Café (InovaCafé/UFLA).

Durante a 4ª edição do HackTown, festival de inovação e criatividade que ocorreu em Santa Rita do Sapucaí (MG) de 6 a 9/9, a AgroRenda integrou o time de startups que auxiliou na oferta de conteúdos. Em determinado momento do evento, conhecido como Pitch Session, a startup foi avaliada por banca externa, sendo eleita autora da melhor proposta, dentre 12 participantes, com direito à premiação de US$ 11 mil em serviços da Amazon Web Services (AWS). “A premiação será muito importante para dar robustez à tecnologia que vem sendo utilizada e também para fazer a migração dos serviços web para a plataforma AWS”, explicou Strazza.

O estudante de Sistemas de Informação também destacou o apoio institucional da UFLA para o desenvolvimento da startup. “Posso dizer que a viabilização do nosso negócio só está sendo possível graças ao fomento que a Universidade nos oferece nas questões ligadas ao empreendedorismo, à tecnologia e à inovação, assim como a possibilidade de conexão com o todo o ecossistema”, reforçou.

A AgroRenda

O primeiro mercado escolhido para atuação do grupo foi o de café commodity, tendo em vista seu maior volume de negociação. Soma-se a isso a constatação de uma deficiência no que se refere a ferramentas que auxiliem na melhor comercialização da produção, conforme resultado de pesquisa aplicada pelos integrantes da AgroRenda em maio, durante a Expocafé/2018, maior evento nacional de transferência de tecnologias para a cafeicultura, ocorrido em Três Pontas (MG).

Grande parte dos produtores de café entrevistados destacou, como sua maior dor, a ausência de conhecimento sobre o melhor momento para a comercialização. “Tradicionalmente, esse problema era resolvido apenas pelo feeling dos produtores, corretores ou com base nas tendências de mercado divulgadas pela mídia. A AgroRenda surge, assim, para tentar preencher esta lacuna, por meio de uma ferramenta baseada em inteligência computacional e aprendizado de máquina”, pontuou Strazza.

startup conta, atualmente, com a landing page www.agrorenda.com.br, cuja base de cadastros contabiliza 400 clientes, dos quais alguns auxiliam com testes de predição. No momento, a equipe também se concentra na prospecção de novos clientes.

Ascom InovaCafé

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.