Ir direto para menu de acessibilidade.
Inovação

Pesquisadores da UFLA são premiados no SemeAD 2019

Escrito por DCOM | Publicado: Quarta, 13 Novembro 2019 12:42 | Última Atualização: Quarta, 13 Novembro 2019 13:08 | Acessos: 1077
Gentileza solicitar descrição da imagem

Duas pesquisas desenvolvidas por cientistas da Universidade Federal de Lavras (UFLA) foram premiadas no XXII Seminário em Administração - SemeAd 2019, realizado entre os dias 6 e 8/11 na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP).

O professor do Departamento de Administração e Economia (DAE/UFLA) Dany Flávio Tonelli recebeu o prêmio de melhor artigo da área de Gestão e Inovação com o trabalho “Public Innovation in Post-Transition Countries: experiences from Brazil and Romania”, desenvolvido em parceria com os pesquisadores Malina Voicu, do Instituto de Qualidade de Vida da Romênia, e Marian Zulean, professor do Instituto de Pesquisa da Universidade de Bucareste. No artigo, foram discutidos e problematizados aspectos da história política passada que influenciam as capacidades de inovação governamentais. “Contextualizamos períodos anteriores para explicar programas de transporte escolar em zonas remotas. No Brasil, por exemplo, foi estudado o Programa Caminhos da Escola, que oferece aos municípios a possibilidade de compra do ônibus escolar rural. Já na Romênia, há um programa parecido, mas que não chegou a desenvolver um veículo exclusivo com esse mesmo objetivo”, explicou Dany.

Outro trabalho premiado foi o do doutorando do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA/UFLA), Rodrigo Marçal Gandia, na categoria de melhor projeto de tese do Consórcio Doutoral. O projeto de tese “Innovation in Business Ecosystem Models: Mobility As A Service, Autonomous Vehicles and the Future Of Urban Mobility” foi desenvolvido em uma cotutela da UFLA e da Université Paris-Saclay, na França, sob coordenação dos pesquisadores Joel Yutaka Sugano (PPGA/UFLA) e Isabelle Nicolai, do Laboratoire Gènie Industriel/Central e Supelèc. A pesquisa busca analisar o conceito da Mobilidade como um Serviço (MaaS) e sua implementação e aceitação no futuro da mobilidade urbana. “A ideia é de buscar compreender o comportamento do consumidor brasileiro, de modo a ‘tropicalizar’ conceitos e tecnologias internacionais que irão impactar nos rumos da mobilidade urbana no Brasil”, destacou o doutorando.

Além do reconhecimento pelos trabalhos, cada pesquisador vencedor ganhou um prêmio no valor de mil reais. A UFLA foi também a 4ª Instituição com maior número de aprovações no evento, que bateu recordes de inscrições: foram 38 trabalhos aprovados, num âmbito de 1200 pessoas inscritas.

Texto: Raphaela Mendonça Leite - Estagiária DCOM/UFLA   

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.