Ir direto para menu de acessibilidade.
Especial Amazônia

Estudo apresenta dados de que a Floresta Amazônica está regenerando mais devagar em regiões altamente desmatadas

Escrito por Greicielle Santos | Publicado: Quarta, 07 Outubro 2020 13:11 | Última Atualização: Quarta, 07 Outubro 2020 13:11 | Acessos: 284
Gentileza solicitar descrição da imagem

Ao continua nossa série especial sobre a Amazônia, apresentamos um estudo que traz dados de que a Floresta Amazônica está regenerando mais devagar em regiões altamente desmatadas. A pesquisa publicada na revista "Ecology" acompanhou o desenvolvimento de florestas em áreas abandonadas e aponta que a Amazônia está crescendo mais devagar.  A pesquisa é liderada pelo professor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Fernando Elias, e pesquisadores da Embrapa; conta também com a participação do professor visitante Jos Barlow, do Departamento de Biologia da Universidade Federal de Lavras (DBI/UFLA).

Outro ponto importante é sobre o Ciclo do Carbono, a pesquisa mostra que a acumulação de carbono nessas florestas foi bem menor do que estimativas anteriores. Esses resultados destacam um retorno importante da mudança climática-vegetação, pelo qual o aumento da estação seca, observado em partes da Amazônia, pode reduzir a eficácia das florestas secundárias no sequestro de carbono e soluções das mudanças climáticas. 

Saiba mais no Portal da Ciência

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.