Ir direto para menu de acessibilidade.
Por dentro das redes sociais

'Expressar sentimentos nas redes é uma prática social democrática, mas pode levar a riscos não previstos', alertam pesquisadores

Escrito por Gláucia Mendes | Publicado: Quinta, 20 Mai 2021 17:31 | Última Atualização: Quinta, 20 Mai 2021 17:39 | Acessos: 181
Gentileza solicitar descrição da imagem

Aplausos, “caras” de emoção e também de irritação multiplicam-se em plataformas como Facebook, WhatsApp e Instagram, chamando atenção para uma prática cada vez mais comum: a expressão de sentimentos nas redes sociais. Apesar de serem a face mais visível desse fenômeno, os emojis podem ser considerados sua manifestação mais superficial. Textos, imagens, vídeos e até mesmo detalhes escondidos nas entrelinhas de uma publicação também podem revelar emoções e características pessoais dos sujeitos. Por exemplo, segundo o professor de Psicologia da UFLA Renato Ferreira de Souza, “o que a pessoa 'posta', em qual rede social e com qual frequência são fatores que permitem compreender qual é o perfil psicológico e emocional da pessoa que 'se revela' nas entrelinhas da rede de computadores”.

Mas o que motiva as pessoas a exporem seus sentimentos em um ambiente público diversificado, que conecta desde amigos próximos até curiosos? 

 

Leia mais no Portal da Ciência.