Ir direto para menu de acessibilidade.
Hortaliças

Estudos na UFLA buscam avaliar cientificamente os saberes populares do consumo de hortaliças não convencionais

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Terça, 29 Junho 2021 15:28 | Última Atualização: Terça, 29 Junho 2021 15:30 | Acessos: 239

Pesquisas na Universidade  já comprovaram a eficiência de 11 espécies como alimento funcional.

planta ora-pro-nóbis

 As hortaliças não convencionais (ou tradicionais), conhecidas também pela sigla Panc (Plantas Alimentícias Não Convencionais) já foram muito utilizadas pela população há algumas décadas, quando era comum haver hortas nos quintais das casas; além disso, era possível encontrar essas espécies até mesmo nas ruas, em calçadas. Muitas dessas hortaliças chegaram ao Brasil vindas de diferentes partes da Europa, Ásia e África. Após a Segunda Guerra Mundial, a introdução de novas cultivares no Brasil, proporcionada pelas mudanças de comportamento alimentar que ocorreram por meio da Revolução Verde, fez com que os usos dessas hortaliças perdessem espaço, tendo o seu consumo também diminuído ao longo do tempo. 

Como forma de resgatar a história alimentar dessas plantas e desenvolver estudos sobre suas propriedades, desde 2010, a Universidade Federal de Lavras (UFLA) mantém uma coleção de hortaliças não convencionais. A intenção é estudar os saberes populares, passados de geração para geração, por meio de pesquisas científicas que têm apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). 

Confira a reportagem completa no site do Ciência UFLA.