Ir direto para menu de acessibilidade.
CAVALINHA, JAMBOLÃO E PATA-DE-VACA

Pesquisa analisa a qualidade de plantas medicinais comercializadas para o tratamento de diabetes

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quarta, 08 Setembro 2021 15:57 | Última Atualização: Quarta, 08 Setembro 2021 15:57 | Acessos: 446
Gentileza solicitar descrição da imagem
A pata-de-vaca foi uma das plantas analisadas. A cavalinha e o jambolão também fizeram parte da pesquisa.

Foi publicado recentemente, na revista internacional Research, Society and Development, um estudo que analisou plantas medicinais frequentemente adquiridas para tratar a diabetes. Os resultados mostraram que a maioria dos produtos analisados descumpre as exigências de qualidade. O artigo, intitulado “Evaluation of the quality of commercial plant drugs with antidiabetic indications” (“Avaliação da qualidade de drogas vegetais comerciais com indicação antidiabética”), foi publicado em julho e é resultado do trabalho de um grupo de pesquisadoras da Universidade Federal de Lavras (UFLA), que decidiram observar de perto a qualidade de diferentes plantas antidiabéticas disponíveis no mercado.

A diabetes mellitus é uma doença crônica que causa a elevação da glicose no sangue devido à diminuição ou ausência do hormônio insulina, produzido no pâncreas. Estima-se que, atualmente, existam mais de 13 milhões de brasileiros convivendo com a doença. Para auxiliar no tratamento, muitos diabéticos utilizam plantas medicinais.

Leia a reportagem completa no Portal da Ciência e saiba mais.