Ir direto para menu de acessibilidade.
RECONHECIMENTO INTERNACIONAL

UFLA se destaca em rankings internacionais que avaliam pesquisa e inovação

Escrito por Gláucia Mendes | Publicado: Quinta, 14 Setembro 2023 08:30 | Última Atualização: Terça, 19 Março 2024 11:00

A Universidade Federal de Lavras (UFLA) aparece em destaque em dois rankings internacionais elaborados com base em indicadores de pesquisa e inovação.

No Scimago Institutions Rankings 2023, que inclui indicadores de pesquisa, inovação e impacto social, a UFLA está entre as melhores do mundo, da América Latina e do Brasil. A Universidade aparece entre as cinco primeiras colocadas do Brasil nas áreas de Ciências Florestais (3ª colocada), Ciência do Solo (4ª) e Ciência dos Alimentos (5ª). 

Entre as “top 10” do País, estão também as áreas de Ciência Animal e Zoologia (6ª), Fitotecnia (6ª), Medicina Veterinária (9ª) e Construções e Edificações (10ª).

Na avaliação geral de universidades, a UFLA ocupa a 30ª colocação do Brasil e a 57ª da América Latina. Na avaliação por percentis, está entre as 39% melhores do mundo e entre as 14% da América Latina. Ao focar nos indicadores de pesquisa, a UFLA figura entre as 26% melhores universidades do mundo e as 10% melhores da América Latina.

O SCImago Institutions Rankings (SIR) é uma classificação de instituições acadêmicas e de pesquisa que combina três conjuntos diferentes de indicadores, baseados em desempenho da pesquisa, resultados de inovação e impacto social. Na edição de 2023, foram consideradas 8.433 instituições do mundo, 613 da América Latina e 244 do Brasil. Os dados são referentes ao período de 2017 a 2021.

Já no ranking Research.com Best University 2022, elaborado com base em indicadores de pesquisa, a UFLA se destaca entre as universidades do Brasil, com a 4ª posição na área de Ciências Ambientais e a 5ª em Agronomia e Fitotecnia. A Instituição também é classificada nas áreas de Biologia e Bioquímica (18ª) e Ecologia e Evolução (22ª). 

No ranking geral por País, a Universidade aparece na 26ª colocação, entre 65 instituições de ensino superior nacionais. A classificação é baseada em dados coletados do Microsoft Academic Graph em dezembro de 2021 e foca, predominantemente, o trabalho dos principais pesquisadores de cada instituição.

A posição das universidades adota como referência os valores totais do índice-D de cada cientista líder na área, que inclui exclusivamente número de artigos e quantidade de citações para cada disciplina examinada. A classificação da UFLA é baseada na produção de seis cientistas: Rosane Freitas Schwan, Nilton Curi, Luiz Roberto Guimarães Guilherme, José Oswaldo Siqueira, Fatima Maria de Souza Moreira e Julio Louzada.

Para o pró-reitor de Pesquisa da UFLA, professor Luciano José Pereira, os destaques alcançados “são reconhecimentos externos de um trabalho de muitos anos realizado em equipe pela comunidade universitária, tanto por estudantes, quanto por técnicos e professores. As classificações ressaltam o comprometimento dos servidores com a excelência, a formação de recursos humanos e o desenvolvimento de novos conhecimentos que contribuem para a melhoria da qualidade de vida da população, seja em áreas de conhecimento tradicionais na UFLA, como as vinculadas à produção agrícola, seja nas mais recentes, como Engenharia”.

 
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.