Ir direto para menu de acessibilidade.
Prinagem - Parceria FJP e UFLA

Municípios podem receber assessoria de estudantes de administração pública – inscrições até 8/12

Escrito por Samara Avelar | Publicado: Sexta, 04 Dezembro 2020 11:03 | Última Atualização: Sexta, 30 Julho 2021 13:45 | Acessos: 1504
Gentileza solicitar descrição da imagem

Estão abertas as inscrições de municípios de Minas Gerais para participação na 10ª edição Programa de Internato em Administração e Gestão Municipal – Prinagem.  O programa, de iniciativa da Escola de Governo da Fundação João Pinheiro (EG/FJP), conta com a participação de estudantes do curso de Administração Pública da Universidade Federal de Lavras (UFLA) para prestar assessoria técnica à administração municipal em áreas como gestão e avaliação de projetos e políticas públicas, e melhoria de processos. Os municípios interessados podem se inscrever até 8/12 pelo site da FJP (www.fjp.mg.gov.br).  Devido ao cenário epidemiológico, a 10ª edição será realizada na modalidade remota, no período de 25/1 a 12/2 de 2021. Confira o edital e saiba como inscrever seu município.

É a segunda vez que a UFLA participa do Prinagem. Na primeira edição em que as instituições atuaram de forma colaborativa - sendo a 9ª edição da FJP – o trabalho foi realizado remotamente nos meses de setembro e outubro de 2020, quando estudantes das duas instituições atuaram juntos para assessoria dos Municípios de Lavras, Ijaci, Lagoa Dourada, Conquista e Andradas. A partir dos desafios apresentados pelos Municípios, os estudantes, sob supervisão de professores e pós-graduandos da UFLA e FJP, puderam coletar dados, realizar diagnósticos e propor soluções. O encerramento das atividades foi marcado pela troca de experiência entre os participantes, incluindo o relato dos representantes de cada município sobre a assessoria técnica recebida.

A Secretaria de Educação de Lavras recebeu assistência dos estudantes do Prinagem. A Coordenadora de Tecnologias Aplicadas à Educação, professora Karla Veloso, reforçou que o diagnóstico e direcionamentos propostos pela equipe permitiram repensar formas de atuação. O órgão buscava compreender os desafios para a implementação do Ensino Remoto Emergencial, a partir da tabulação e interpretação de dados que haviam sido coletados juntos aos professores da rede municipal de ensino. “Parabenizo todos que estiveram envolvidos na iniciativa. O trabalho da equipe Prinagem nos deu um material rico, que traça o perfil dos professores da rede e aponta as principais dificuldades que poderemos encontrar com o ERE, apresentando também alternativas para que a administração municipal busque novas políticas públicas que favoreçam o ensino e a educação básica. Estamos muito felizes com essa parceria.”

Parceria com a FJP visa ampliação de atividades extensionistas

O convite para participar do Prinagem surgiu de um acordo de mútua cooperação entre as instituições de ensino para o desenvolvimento de projetos de extensão, ensino e pesquisa, como explica o coordenador do programa na UFLA e professor da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas (FCSA), Gustavo Costa de Souza. “Há bastante tempo docentes da UFLA e da FJP vêm mantendo diálogo e discutindo intenções de formalizar um acordo de cooperação institucional. O convite à participação no Prinagem partiu da FJP e coincidiu com a formalização deste acordo, que veio em boa hora, pois no âmbito do bacharelado em Administração Pública estamos implementando uma nova matriz curricular que prevê a curricularização da extensão, isto é, agregar atividades extensionistas às atividades de ensino, enriquecendo a formação discente”, explica.

Segundo o coordenador do curso de Administração Pública da UFLA, professor Renato Silvério Campos, essa reformulação da matriz curricular e do plano pedagógico foi realizada em novembro, inserindo componentes práticos no currículo do curso. “O Prinagem é importante porque nos permite fazer uma imersão em práticas de gestão e assessoria municipal, oportunidade bastante valorizada e demandada por nossos discentes. A experiência tem nos permitido organizar e entender o escopo da proposta, como um projeto de extensão, e trabalhar novas experiências no âmbito da própria UFLA”, ressalta. De acordo com o coordenador, o objetivo é permitir, em breve, que os produtos de assessoria entregues pelos discentes possam ser formatados em Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC).

A experiência com o Prinagem também tem contribuído para que o colegiado de graduação em Administração Pública possa tornar viável um projeto de Residência Profissional, previsto na nova matriz curricular. “O Prinagem nos mostrou um caminho e uma sistemática bastante interessante para a implementação da residência. Nossa expectativa a curto prazo é conseguirmos ampliar a oferta, com mais municípios participando e mais discentes envolvidos. No médio e longo prazos, esperamos consolidar a parceria e retomar a experiência na modalidade presencial, que tende a ser ainda mais rica no que concerne à experiência vivenciada”, reforça Gustavo.

Estudantes interessados poderão se inscrever em breve

O Prinagem é uma excelente oportunidade para quem deseja colocar em prática o aprendizado adquirido em sala de aula. Estudantes do curso de Administração Pública da UFLA interessados devem ficar atentos ao edital e pré-requisitos exigidos, que serão divulgados assim que for possível dimensionar o número de vagas disponíveis para atender o número de municípios participantes. “Temos a expectativa de, na próxima edição, ampliar o número de municípios assistidos e aperfeiçoar os produtos de extensão entregues às prefeituras, com fins a aprimorar algum instrumento de gestão municipal”, explica Renato.