Ir direto para menu de acessibilidade.
Extensão

Pelo terceiro ano consecutivo, UFLA se destaca no concurso do Centro Brasileiro da Construção de Aço

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Sexta, 20 Agosto 2021 15:00 | Última Atualização: Sexta, 27 Agosto 2021 11:13 | Acessos: 825
Gentileza solicitar descrição da imagem

Estudantes do curso de Engenharia Civil da Universidade Federal de Lavras (UFLA) participaram da 3ª edição do Concurso Centro Brasileiro da Construção de Aço (CBCA) e conquistaram a 3ª posição no projeto desenvolvido para o tema “Edifício de múltiplos andares de uso misto''. O concurso tem abrangência nacional e é direcionado a estudantes de Engenharia Civil, com suporte de um professor orientador. Os estudantes são desafiados a uma competição que complementa sua formação, com uma experiência abrangente sobre concepção, projeto estrutural e esquema de montagem de um edifício de múltiplos andares em estrutura de aço ou mista de aço e concreto.

Os representantes do Núcleo de Estudos em Estruturas (NEEST), Filipe Silva Oliveira, Gabriel Sales Vitor, Ivan Silva Gonçalves, Maelton de Mesquita Siqueira, Miguel Roberto Rabello Chaves e Rafael Lima Pereira, desenvolveram o projeto de edificação constituído por dois subsolos, utilizados como garagem e estacionamento; um pavimento térreo, onde foram planejadas lojas com possibilidade de instalação de sobrelojas; uma laje-jardim, voltada ao público em geral, onde seriam instalados elementos de convivência, saúde e paisagismo e, por fim, uma torre de 48 pavimentos, dividida lateralmente entre apartamentos residenciais e escritórios comerciais e administrativos.

Sob a orientação dos professores do Departamento de Engenharia (DEG) Maykmiller Carvalho Rodrigues e Wisner Coimbra de Paula, o projeto foi elaborado conciliando a criatividade do grupo e as diretrizes obrigatórias do concurso. A ideia principal da concepção foi a implantação de uma estrutura modular, que visava a reduzir custos e agilizar o processo de montagem, atendendo à demanda de um edifício composto de uma torre de uso comercial e residencial, cujo embasamento, destinado ao uso público, comportaria lojas com sobrelojas, estacionamento e uma laje jardim. Todo o projeto foi pensado de acordo com a legislação municipal de São Paulo e com as normas de segurança exigidas pelo Corpo de Bombeiros do Estado. 

O projeto partiu  da definição de um fluxograma  e um cronograma de atividades. O próximo passo foi estudar a dinâmica da torre, isto é, como seria disposta a parte residencial e comercial. Em seguida, foi estudada a parte pública da edificação. A partir dessas definições, iniciou-se o estudo da estrutura, escolha de materiais e métodos que seriam utilizados, cálculos de pré-dimensionamento e análises em software computacional. No final, foi feito o levantamento quantitativo e financeiro, elaboração de um memorial descritivo e de cálculo e, por último, formalização das pranchas contendo as plantas  baixas, cortes esquemáticos e demais detalhes.

De acordo com Filipe Silva Oliveira, estudante do 7º período, a principal dificuldade na elaboração do projeto, sem dúvidas, foi conciliar o seu desenvolvimento com o estudo necessário para resolver os desafios apresentados. Por ser um edifício de grande porte, foi necessária uma capacitação prévia dos membros, em um curto período de tempo, para operar softwares de análise estrutural e dimensionar estruturas mistas de aço-concreto.

“Acreditamos também que o fator tempo foi bastante impactante no projeto. Gostaríamos de apresentar análises estruturais mais detalhadas e uma evolução do projeto de acordo com as diferentes técnicas possíveis de serem utilizadas; porém, grande parte não foi possível e decidimos apresentar apenas os resultados finais de nossas análises”. 

Terceiro ano consecutivo de premiação

Em abril de 2019, a equipe da UFLA, orientada pelos professores Maykmiller Carvalho Rodrigues e Diogo Tubertini Maciel, ficou em 1º lugar na edição de estreia do concurso realizado pelo Centro Brasileiro da Construção de Aço (CBCA), com a construção de uma passarela de aço a ser executada pelo DNIT.  Em 2020, os estudantes da UFLA, também sob a orientação dos professores Maykmiller Carvalho Rodrigues e Diogo Tubertini Maciel, foram premiados com Menção Honrosa pelo projeto desenvolvido para o tema “Segunda ponte entre o Brasil e o Paraguai”