Ir direto para menu de acessibilidade.
INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Esclarecimentos da UFLA sobre cortes de bolsas pela Fapemig

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Sexta, 01 Março 2019 17:22 | Última Atualização: Quarta, 08 Mai 2019 05:59 | Acessos: 2564

A Direção Executiva da Universidade Federal de Lavras (UFLA), diante das muitas dúvidas sobre a suspensão de bolsas por parte da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), esclarece:

  • A Fapemig, por não receber os repasses de recursos constitucionais do Governo de Minas Gerais, decidiu suspender as bolsas de iniciação científica (BIC) e iniciação científica júnior (BIC Júnior). Tal suspensão ocorreu para todas as universidades e institutos federais de Minas. No caso da UFLA, a seleção do Pibic/Fapemig já havia sido concluída e a do Bic-Júnior estava em andamento. Diante do comunicado da Fapemig, em ambos os casos não haverá a concessão das bolsas previstas.
  • No caso das bolsas Fapemig de mestrado e doutorado, as já existentes, em execução, serão renovadas normalmente.
  • O Programa Institucional de Bolsas (PIB) mantido pela UFLA - com 1.550 bolsas nas modalidades ensino, pesquisa e extensão e suas submodalidades – permanece funcionando sem qualquer corte e não sofre qualquer alteração diante do comunicado da Fapemig. Os editais de seleção atuais do PIB/UFLA, inclusive, começaram a ser publicados nesta sexta-feira (1º/3). Já estão disponíveis os das pró-reitorias de Extensão e Cultura (Proec) e Pesquisa (PRP). Os editais das pró-reitorias de Graduação (PRG) e de Assuntos Estudantis e Comunitários (Praec) serão divulgados na próxima semana (acesse os editais já publicados).

A Direção Executiva da UFLA está agindo em diferentes frentes:

  • Articulação de reunião com o vice-governador do Estado para argumentar sobre a importância dos programas suspensos e da geração de conhecimentos, tecnologia e inovação para o desenvolvimento de Minas Gerais e do País.
  • Atuação conjunta das instituições do Estado para defesa da ciência, tecnologia e inovação em Minas Gerais junto a outras autoridades governamentais.
  • A própria UFLA, por meio de sua Direção Executiva, está buscado alternativas orçamentárias para reduzir o impacto das medidas anunciadas e oferecer alternativas aos estudantes.

Há uma luta intensa em curso para se buscar uma solução para os problemas de financiamento da pesquisa em Minas Gerais, já que a Fapemig é uma das agências mais importantes do País para amparo à pesquisa e passa atualmente por essa grave crise financeira.

Havendo novas informações sobre as negociações, estarão disponíveis para a comunidade acadêmica no Portal UFLA.

Direção Executiva/UFLA

Consulte a nota da Fapemig

Consulte a manifestação do Foripes

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.