Ir direto para menu de acessibilidade.
CÂMPUS PARAÍSO

Governador Romeu Zema anuncia investimentos do Estado para implantação do câmpus da UFLA em São Sebastião do Paraíso

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Sexta, 08 Outubro 2021 17:59 | Última Atualização: Sábado, 09 Outubro 2021 11:27 | Acessos: 2081
Gentileza solicitar descrição da imagem

O governador  de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo),  anunciou, na tarde desta sexta-feira (8), investimentos do Estado no novo câmpus da Universidade Federal de Lavras (UFLA), na cidade de São Sebastião do Paraíso. O aporte, no total de  R$ 30 milhões, possibilitará a complementação das ações para viabilizar a implantação do câmpus. 

Durante a solenidade de assinatura de Despacho Governamental, o reitor da UFLA, professor João Chrysostomo de Resende Júnior, agradeceu os investimentos do Estado. “Eu gostaria de elogiar todas as pessoas que têm sonhado conosco esse câmpus de Paraíso. Nós não mediremos esforços para concretizá-lo, e tenho certeza de que, com esse apoio do governo do Estado, ninguém segura o câmpus Paraíso.” O reitor reafirmou que as aulas no câmpus serão iniciadas em março de 2022. “No mais tardar em dezembro, lançaremos o edital para a seleção dos primeiros estudantes”, disse.

De acordo com Zema, o governo do Estado está apoiando as universidades federais para ajudar a formar mais pessoas qualificadas. “Há um descompasso muito grande no Brasil: de um lado, vagas de emprego sobrando em alguns setores, de outro, pessoas demais desempregadas. É necessário que as universidades, as escolas formem os profissionais adequados ao mercado de trabalho”. 

Além do governador Romeu Zema, do reitor da UFLA e do prefeito de São Sebastião do Paraíso, Marcelo de Morais, estiveram presentes a chefe de gabinete da UFLA, Cinthia Divino Bustamante Murad; o diretor do câmpus Paraíso, Fernando Ferrari,  e o vice-diretor e coordenador do curso interdisciplinar em Ciência, Tecnologia e Inovação do novo câmpus, Raphael Aparecido Sanches Nascimento.IMG 0075

Também acompanharam a solenidade os deputados federais Emidinho Madeira e Greyce  Elias; a Secretária de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini; a Subsecretária  de Estado de Ensino Superior, Augusta Fagundes; o vice-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado estadual Antônio Carlos Arantes; o presidente do Sebrae nacional, Carlos Melles; o presidente da Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso, vereador Lisandro Monteiro, entre outras autoridades civis e militares. 

 

Início das aulas no novo câmpus

Das nove estruturas previstas no projeto do novo câmpus de São Sebastião do Paraíso,  as cinco primeiras foram inauguradas com a presença do Ministro de Estado da Educação (MEC), Milton Ribeiro, em setembro. O pavilhão de aulas, o prédio das Incubadoras, o prédio de Laboratórios, o prédio de Logística, o campo de futebol e a quadra multiuso já estão prontos e a expectativa é  atender a 180 estudantes do curso de Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia (BICT). O curso terá a duração de três anos, e o ingresso será pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Além do bacharelado interdisciplinar, está previsto um mestrado profissional em Tecnologias para a Agroindústria, bem como a oferta de outros três cursos de graduação: Engenharia Elétrica, Engenharia de Software e Engenharia de Produção, todos focados em inovação, ciência e tecnologia.


Outros investimentos

Além dos R$ 30 milhões destinados ao câmpus de São Sebastião do Paraíso, Romeu Zema  anunciou a destinação de mais de R$ 41 milhões ao Hospital Universitário da UFLA. Desse total, R$ 24.056.729,91 serão utilizados em obras de adequação e ampliação do hospital e R$ 17.275.208,39 empregados na aquisição de equipamentos, de acordo com as exigências da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vinculadIMG 0036a ao Ministério da Educação (MEC), para atendimentos e procedimentos de alta complexidade ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O governo do Estado também destinará R$ 12 milhões à ampliação da Usina Fotovoltaica da UFLA,  para aumentar sua capacidade de fornecimento de energia e, dessa forma, gerar economia para a instituição e os cofres públicos. Além da geração de energia, a Usina Fotovoltaica é uma grande oportunidade para a capacitação técnica de estudantes, treinamento de eletricistas e esclarecimentos à comunidade de Lavras sobre alternativas energéticas.  

Cobertura do evento e fotosCamila Caetano 

Colaboração: Karina Mascarenhas e Gláucia Mendes