UFLA recepciona mais de 1600 calouros: período letivo começou em 25/4

recepcao-calouros-20161 (2)O per√≠odo letivo 2016/1 dos cursos de gradua√ß√£o da Universidade Federal de Lavras (UFLA) come√ßou nessa segunda-feira, 25. Mais de 1600 estudantes vieram das 5 regi√Ķes brasileiras para Lavras nesse semestre, preenchendo a cidade com sua energia e contribuindo para o seu desenvolvimento. Os alunos, ingressantes em 30 cursos de gradua√ß√£o, participaram da Recep√ß√£o Oficial de Calouros na noite de 25/4 no Gin√°sio Poliesportivo da Universidade. Na cerim√īnia, foram recebidos pelo reitor, professor Jos√© Roberto Scolforo; pela vice-reitora, professora √Čdila Vilela Von Pinho; por membros da Dire√ß√£o Executiva da UFLA e coordenadores de cursos; e por componentes de entidades de representa√ß√£o estudantil.

A coordenadora geral do Diret√≥rio Central dos Estudantes (DCE), Isis Vilas Boas Pinheiro, convidou os alunos a conhecerem o DCE e os Centros Acad√™micos, bem como incentivou o contato caso tenham d√ļvidas sobre a representa√ß√£o estudantil. ‚ÄúEstar numa universidade federal n√£o √© apenas estudar e se formar. A universidade tamb√©m √© um espa√ßo de forma√ß√£o pol√≠tica e de car√°ter‚ÄĚ, afirmou. O Conselho de Rep√ļblicas foi representado pelo seu presidente, Vinicius Flavius Cervilieri. Ele deu as boas-vindas aos estudantes e ressaltou o objetivo do Conselho de trabalhar em projetos sociais e educacionais de maneira volunt√°ria.

A pr√≥-reitora de Gradua√ß√£o, professora Soraya Alvarenga Botelho, parabenizou os estudantes pelo ingresso em uma institui√ß√£o federal e comentou sobre programas de bolsas e oportunidades ofertadas pela UFLA. ‚ÄúQueremos que tenham uma forma√ß√£o completa, mas lembrem-se que isso depende do compromisso de voc√™s‚ÄĚ, avisou aos calouros.

recepcao-calouros2016O reitor da UFLA notou que o in√≠cio do curso √© uma das etapas a serem vivenciadas, a partir da qual a Universidade contribuir√° com ‚Äúconte√ļdo t√©cnico e cient√≠fico forte, al√©m de vis√£o cidad√£‚ÄĚ. Ele chamou a aten√ß√£o para os cursos de Pedagogia e os de Licenciatura, destacando que os egressos atuar√£o ‚Äúconstruindo vidas‚ÄĚ, j√° que ser√£o respons√°veis pela forma√ß√£o das pessoas. ‚ÄúA honra e o valor desses profissionais √© o mesmo que o de outras √°reas‚ÄĚ, ressaltou. O professor Scolforo tamb√©m apresentou os pr√≥-reitores, coordenadores de cursos e representantes estudantis. ‚ÄúN√£o tenho d√ļvida de que vir para a UFLA foi a melhor escolha de voc√™s. Se esforcem e ser√£o √≥timos profissionais e cidad√£os‚ÄĚ, enfatizou o reitor.

Entre os calouros ansiosos para o in√≠cio da nova fase universit√°ria, estava o estudante Leonardo Gianini Rabelo, do curso de Educa√ß√£o F√≠sica. Natural de Cabo Verde, Sul de Minas, ele conta que, desde o dia em que realizou a prova da primeira etapa do Processo de Avalia√ß√£o Seriada (PAS), determinou como meta a aprova√ß√£o na Universidade. ‚ÄúPercebi que a estrutura da UFLA, os benef√≠cios aos estudantes e a equipe de professores seriam o ideal para a forma√ß√£o que eu desejo‚ÄĚ, destacou.

A localiza√ß√£o tamb√©m contribuiu para que o estudante Atanildo Marcelino da Silva, de Itumirim, optasse pelo curso de F√≠sica: ‚ÄúQuando decidi, levei em conta que a UFLA est√° pr√≥xima √† minha cidade. Mas, assistindo a uma palestra do projeto Magia da F√≠sica sobre ondas gravitacionais, fiquei ainda mais motivado e j√° estou at√© pesquisando sobre p√≥s-gradua√ß√£o na √°rea‚ÄĚ, conta o estudante.

O conceito geral da Universidade foi ponto decisivo na escolha da estudante Letícia Boson Avelar, que inicia o curso de Medicina. Ela apostou na UFLA acreditando no fortalecimento contínuo do curso e na qualidade do aprendizado em turmas menores. Mesmo vindo da capital do Estado, Belo Horizonte, Letícia pensa que terá uma rápida adaptação à cidade.

A adaptação será um fator mais fácil para as estudantes Adriele dos Santos Gomes, de Bom Sucesso, e Daniele Oliveira Vilas Boas, de Ijaci. Elas entraram para os cursos de Matemática e Física, respectivamente, ambas pelo PAS. Elas contam que, por serem da região, cresceram ouvindo falar positivamente da UFLA, e isso sempre foi um incentivo para os estudos.

A localiza√ß√£o tamb√©m foi uma vantagem para a lavrense Andressa Fernanda Gomes, ingressante no curso de Nutri√ß√£o: ‚ÄúPelo c√Ęmpus estar em Lavras, facilita. Tamb√©m escolhi porque a UFLA e o meu curso t√™m √≥timo reconhecimento. No ano passado, participei do ‚ÄėUFLA de Portas Abertas‚Äô, em que conheci e me interessei pela Nutri√ß√£o‚ÄĚ, diz.

Metade dos ingressantes é cotista

Em 2016, a UFLA alcançou a meta definida pela Lei de Cotas do Ensino Superior. O aumento na oferta das vagas para cotistas nos processos seletivos foi gradativo, desde 2013: naquele ano a porcentagem foi de 12,5%; passou a 25% em 2014; 37,5% em 2015; e 50% em 2016. Uma avaliação dos primeiros resultados dessa política, que busca democratizar o acesso ao ensino superior, revelou que os cotistas apresentam bom desempenho e menores taxas de evasão comparando-se com os de ampla concorrência.

Programação

A Recep√ß√£o de Calouros ainda conta com reuni√Ķes com os coordenadores dos cursos, no dia 26; e momento de integra√ß√£o do DCE, no dia 27, √†s 13 horas. Os ingressantes tamb√©m dever√£o tirar a foto para o documento de identifica√ß√£o estudantil no per√≠odo de 27 a 28 de abril, no espa√ßo de eventos ao lado do Sal√£o de Conven√ß√Ķes. Os estudantes devem comparecer em um dos hor√°rios: das 8 √†s 10h30; 14 √†s 16h30; ou 19 √†s 21 horas.

Fotos: Cibele Aguiar

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *